Coluna

Confira os destaques de Jorge Moraes de 17/06/2017

Colunista fala sobre os híbridos, futuro das montadoras, que chega ao Brasil em passos lentos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/06/2017 09:13 Jorge Moraes /Diario de Pernambuco
Recentemente estive na Califórnia e visitei um amigo que é Uber por lá. Ele reclama que é a pior cidade para o motorista que usa o aplicativo como fonte de renda e que comumente é salvo pelo seu Toyota Prius. Lula de Gouveia é espirituoso e disse que colocou US$ 60 e foi para Vegas em seu carro. Partindo, claro, de Los Angeles. Como assim? O Prius no modo econômico e sem parar na bomba do posto do combustível. Ontem, no final da tarde encontrei um dos maiores entusiastas por carros esportivos que conheço, Carlos Tavares, o mesmo me perguntou sobre o que vou escrever agora. Em 1997, no Japão, nascia o Prius que conquistaria o mundo, para o fabricante japonês iniciar uma trajetória sem volta. A Toyota dava a largada para o futuro em um carro nada bonito, mas somente agora, 20 anos depois, a marca entendeu que o caminho não tem volta. A confiança na tecnologia para outros países fora o Japão e os EUA está consolidada. Dos 10 milhões de carros vendidos (por todas as empresas que oferecem um produto semelhante) a marca comercializou nove milhões. Steve, assim como também penso, definiu o amanhã com a seguinte frase: o futuro é híbrido. Foram 67 milhões de toneladas de CO2  que deixaram de ser jogadas no planeta. Fato que me dá a certeza que em 2050, 100% dos produtos Toyota serão híbridos ou a célula de combustível. No Brasil, caminhamos a passos lentos, porque por aqui o que deveria ser mais em conta não é. No país, 0,14% dos carros são híbridos. Pouca oferta, pouca fé, poucos incentivos, pelo menos por enquanto, mas penso que logo agiremos de forma diferente.
 
C-HR descartado
O CEO da Toyota para a América Latina, Steve St. Angelo, afirmou, durante o Salão de Buenos Aires, que o C-HR não deve vir para o Brasil este ano, nem no próximo. O executivo ainda disse que a matriz priorizou o investimento em outros mercados.
 
Auto Motor
O programa desse domingo, na TV Tribuna Band, mostrou o salão de Buenos Aires. Acompanhe também nosso canal do YouTube.com/jorgemoraespe e a cobertura completa está no portal Vrum e no Instagram @jorgemoraes.

Alta velocidade
Depois de quase 10 anos, o Bloodhound SSC está quase pronto para tentar quebrar o recorde de velocidade no solo. O veículo será testado pela primeira vez em outubro, 20 anos após o recorde atual que é de 1.227,9 km/h do Thrust SSC.

Cinquentinhas prensadas
Após passarem seis meses ocupando espaço no depósito de veículos do Detran, 36 toneladas de motos de até 50 cilindradas foram prensadas nesta semana. Nos próximos dias, outras 70 toneladas passarão pelo mesmo processo.

Volkswagen exportando
De janeiro a maio deste ano a Volkswagen conseguiu atingir a marca de 71 mil veículos exportados, um aumento de 63 % em relação ao ano passado. No comparativo a todos os carros exportados do Brasil, a montadora abocanha 24% do total.

Caso Takata
A fabricante japonesa de airbags envolvida no maior recall da história se prepara para pedir recuperação judicial na próxima semana, enquanto trabalha em um acordo para conseguir apoio financeiro de outras fabricantes.

Redução
Na última quarta-feira (4), a Petrobras anunciou que decidiu reduzir o valor médio nas refinarias. O preço da gasolina caiu em 2,3% e do diesel em 5,8%. Dentro de 20 dias, essa é a segunda redução. Em maio, a estatal havia baixado o preço médio da gasolina em 5,4% e do diesel em 3,5% nas refinarias.

Mais caros
A Volkswagen anunciou reajustes nos modelos  Amarok, Fox, Gol e Saveiro na tabela deste mês. A Amarok SE cabine dupla aumentou R$ 1.400, o maior aumento divulgado. O Fox ficou até R$ 790 mias salgado. Já o preço do Gol subiu R$ 450 apenas nas versões 1.0. Para a nossa surpresa, a Saveiro ganhou descontos de até R$ 2.000 nos modelos Cross.
 
Ninja
Novidade para os amantes das duas rodas: a Kawasaki apresentou duas renovações de suas motos da linha Ninja para as versões 2018. A Ninja 650 e a Ninja 1000 ganharam mudanças no visual. Segundo a montadora, já é possível comprá-las, pois as primeiras unidades irão chegar às lojas no final de julho.
 
Clássica
A Triumph não para de investir nas motos custom e clássicas. A montadora prepara o lançamento de mais um modelo da linha Bonneville. A Bobber entra em pré-venda com preços entre R$ 48 mil e R$ 50 mil.

PCD em alta
O número de veículos vendidos para pessoas com deficiência subiu 31,5% em 2016 em relação a 2015. Os dados são da Abridef. O principal veículo vendido para essa parcela da sociedade foi o Corolla.
 
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
18 de agosto de 2017
17 de agosto de 2017